Sobre Nós

 A Escola Básica e Secundária da Madalena é constituída por todas as escolas públicas do concelho da Madalena, desde o pré-escolar até ao ensino secundário. 

A Escola cardeal Costa Nunes, sede desta Unidade orgânica, foi inaugurada em 10 de Novembro de 1996. Desde a primeira hora, a escola foi palco de imensos eventos, uns diretamente proporcionados pela própria, outros em colaboração com diversas instituições, onde assume natural relevo a Câmara Municipal da Madalena e os clubes desportivos locais. Até 2008, o pavilhão da escola foi palco de jogos do mais alto nível competitivo nacional e internacional, nomeadamente na modalidade de hóquei em patins, onde o Candelária competia na primeira divisão nacional. Salienta-se a este nível a realização da Taça Latina e o emotivo jogo Portugal—Espanha, aquando da inauguração das instalações. No andebol, no vólei e ténis de mesa também tem sido palco de eventos nacionais e internacionais. 

Noutras áreas da expressão cultural e política, a escola já recebeu: o estágio e alguns concertos da Lira Açoriana; um seminário internacional de arquitectura da Universidade Autónoma de Lisboa; comemorações de efemérides, como o Dia Internacional da Mulher, ou do 25 de Abril, os 275 anos do concelho da Madalena; congresso da Cidadania; encontros da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens da Madalena; teatro e ópera do Conservatório de Lisboa; teatro de companhias profissionais e amadoras locais; reuniões entre o Governo e o Conselho de Ilha, nas visitas governamentais estatutárias e lançamento da fase final da candidatura da Paisagem Protegida da Cultura da Vinha do Pico a Património Mundial.

Ao longo destes dezassete anos de existência, a escola participou em outros eventos de relevo, como o lançamento do livro de poesia de Manuel Alegre, O Pico; organizou imensas comemorações, quer no âmbito dos departamentos curriculares, quer ao nível de escola; tem participado nos jogos desportivos escolares e já organizou algumas fases locais e regionais; organiza, todos os anos, o desfile de Carnaval pelas ruas da vila e participa, regularmente, no programa Eco-Escola.

A escola tem tido a preocupação de fornecer aos alunos actividades extra-curriculares através da criação de clubes em funcionamento que têm dinamizado a vida dos alunos, implicando a dedicação e trabalho de muitos professores. Destacam-se ao longo dos dezassete anos os seguintes clubes: Europeu, Desportivo – “Os Ilhéus”, Filatélico – “Mar Oiço”, Mega Júnior, Teatro, Música, Dança, Ambiente, Jornalismo, Europeu, A Magia das Ciências, Tecla na Língua, Voleibol, Coro juvenil, Artes, Proteção Civil, Empreendedorismo, entre outros.

Em 2006, a escola iniciou o processo de transformação em “escola digital”, sendo pioneira nos Açores. Com uma rede estruturada de fibra ótica e com elevado número de computadores, projetores e quadros interativos, a escola proporciona aos alunos e professores melhores condições para o processo ensino/aprendizagem. Foi possível também simplificar procedimentos com a instalação de uma rede integrada em que cada funcionário (docente e não docente) tem a sua área de trabalho, correio eletrónico e vários programas facilitadores do desempenho das suas tarefas, destacando-se o Inovar Alunos, Inovar Consulta, Plataforma Moodle, Sige, etc.

No dia 5 de Janeiro de 2009 foi inaugurado o edifício 2 da Escola Cardeal Costa Nunes, trazendo assim todos os alunos do 1.º ciclo da Madalena para a escola sede. Com a concretização deste projeto, em parceria com a Câmara Municipal da Madalena, melhorou-se significativamente as condições de trabalho para alunos, professores e funcionários deste nível de ensino.

Quando se aguardava a concretização da segunda ampliação da Escola Cardeal Costa Nunes, destinada ao pré-escolar da freguesia da Madalena e aos 3.º e 4.º anos do concelho, eis que se deu uma reviravolta no processo, com a Secretária da Educação a fugir às suas responsabilidades e o Presidente da Câmara da Madalena a segui-la nessa estranha decisão e a obra continua a aguardar melhores dias com projeto finalizado e pago.

A escola mantém-se sempre próxima da vida do concelho e, nos últimos tempos tem demonstrado as suas virtudes teatrais e musicais, em diversos eventos, destacando-se em 2012, a peça musical Mamma Mia que, para além dos vários espetáculos internos, viajou pela ilha e pelas ilhas do Faial e de São Miguel, acabando em apoteótica atuação nas festas de Santa Maria Madalena de 2013.

Várias vezes colocada em primeiro lugar, como escola pública, nos resultados de provas finais de ciclo do ensino básico (como aconteceu em 2013 com o 6.ºano); alguns primeiros lugares nacionais e regionais em Olimpíadas do Ambiente e da Física; vencedora de concursos do Parlamento Jovem e respetiva presença a nível nacional; a escola procura trazer personalidades de reputação nacional e regional, nas diversas áreas da ciência e da cultura, aglutinando, nos últimos tempos, essas atividades na Semana dos Sentidos, a caminho da 5.ª edição em 2015, tendo, há dois anos estabelecido uma parceria com a Escola Secundária Manuel de Arriaga, constituindo-se, essa união, em Comunidade do Canal. De salientar, neste âmbito, o protocolo estabelecido com a Universidade de Aveiro e a presença do escritor Miguel Real, pelos impactos científico e cultural, entre outros factos assinaláveis dos quais a revista Ponto Cardeal tem sabido dar conta, com a sua regular publicação anual.

Dezassete anos depois, a escola sede viu concretizar-se uma premente necessidade de urbanização do espaço envolvente, com arruamentos, estacionamento e iluminação respetiva.

Estes são meros dados de uma escola sempre em movimento.