Notícias
Por ano letivo

ECCN distinguida

23 Jan 2018

Escola Cardeal Costa Nunes distinguida pela QUALIDADE de implementação do Programa Eco-Escolas

Tenho o prazer de informar que, na sequência do trabalho desenvolvido e da apresentação da candidatura,  a nossa escola, não só foi galardoada com a Bandeira Verde Eco-Escolas, como será distinguida pela qualidade de implementação do Programa Eco-Escolas. A todos os envolvidos e participantes no Programa  que contribuíram para o sucesso do Eco-Escolas na nossa escola, os meus PARABÉNS!

A nossa escola será assim distinguida pela qualidade do trabalho desenvolvido ao longo dos últimos anos, que foi evidenciado através da visita à vossa escola, realizada por elementos da Comissão Nacional Eco-Escolas.
Esta avaliação, que se baseia nos requisitos de implementação internacional da metodologia Eco-Escolas e dos seus resultados, tem subjacente um conjunto de indicadores que se sintetizam num “índice de qualidade Eco-Escolas” aferido em %.
Assim, e uma vez que a nossa escola apresentou um valor igual ou superior a 75%, a ABAE irá distinguir a Escola Cardeal Costa Nunes, através da atribuição de um diploma, na manhã de dia 26 de janeiro de 2018, durante o Seminário Nacional Eco-Escolas a decorrer em Guimarães, no Centro Cultural Vila Flor.
Note-se ainda que o hastear da bandeira verde por si só significa simultaneamente um prémio/reconhecimento e uma responsabilidade por zelar pela continuidade deste galardão. Assim sendo, esta distinção vem responsabilizar-nos ainda mais para possamos fazer da nossa escola uma ECO-ESCOLA ainda melhor!
O Programa Eco-Escolas é vocacionado para a educação ambiental, para a sustentabilidade e para a cidadania, que a Fundação para a Educação Ambiental (FEE), implementa em vários países desde meados dos anos 90.
Destina-se fundamentalmente às escolas do ensino básico podendo no entanto ser adaptado e implementado noutros graus de ensino. Visa encorajar ações e reconhecer o trabalho desenvolvido pela Escola em benefício do ambiente.
As ações concretas desenvolvidas pelos alunos e por toda a comunidade educativa, proporcionar-lhes-ão a tomada de consciência que simples atitudes individuais podem, no seu conjunto, melhorar o Ambiente global.
Aos estudantes é-lhes dirigido o desafio de se habituarem a participar nos processos de decisão e a tomarem consciência da importância do ambiente no dia-a-dia da sua vida pessoal, familiar e comunitária.
O Programa procura igualmente, estimular a criação de parcerias locais entre a escola e as autarquias, procurando contribuir para um maior envolvimento e participação em todo o processo, dos municípios, empresas, órgãos de comunicação social, ONGA's e outros agentes interessados em contribuir para o Desenvolvimento Sustentável.
A proposta às escolas consiste na adoção de uma metodologia de trabalho (simplificadamente denominada por 7 passos) que, articulando atividades de exploração de diversos temas, contribua para uma melhoria global do ambiente da escola e da comunidade.
Este esforço é reconhecido através da atribuição de uma Bandeira Verde, que certifica a existência, na escola, de uma educação ambiental coerente e de qualidade.
Um dos aspetos interessantes deste Programa, onde cada escola passa a pertencer a uma Rede, reside no estímulo ao estabelecimento de laços entre as Eco-Escolas, que se tem traduzido na multiplicação de iniciativas onde se cruzam experiências e atividades (seminários, reuniões regionais, colóquios, iniciativas dos municípios, intercâmbio entre escolas, etc...)
Deste modo, entendo que os benefícios da participação neste projeto são muitos.
O primeiro é trabalhar em rede, juntamente com outras escolas, num projeto que se estende por todo o território nacional. Este facto possibilita a troca de ideias e experiências entre professores e alunos de todo o país.
Outro benefício resulta da apropriação da metodologia de projeto, inerente ao Eco-Escolas. A planificação do trabalho e a definição de estratégias, assentes num diagnóstico prévio e a posterior comparação com os resultados obtidos, permite não só conhecer melhor a realidade das escolas, mas também planificar o trabalho, visando objetivos e verificando a consecução dos mesmos. Esta metodologia de trabalho promove a eficácia e a significância do trabalho de alunos e professores.
O programa Eco-Escolas constitui ainda um contexto extremamente favorável ao desenvolvimento de competências sociais, cívicas e científicas, na medida em que promove ações de intervenção na comunidade escolar/exterior, sustentadas em conhecimento científico. Estas serão seguramente algumas das vantagens deste projeto.
A Escola tira assim grandes benefícios deste projeto, na medida em que contribuiu para o reconhecimento do trabalho desenvolvido na escola, reforçando o seu papel na comunidade e possibilitou o estabelecimento de uma maior proximidade com algumas instituições locais.
Espero que todos possamos fazer da nossa escola uma ECO-ESCOLA ainda melhor!

O coordenador do Programa Eco-Escolas: Márcio Silva

Ler 443 vezes Modificado em Terça, 23 Janeiro 2018 13:59

Itens relacionados