Notícias
Por ano letivo

O Oleão da Minha Escola

18 Nov 2014
Deposite apenas óleo de cozinha usado! Deposite apenas óleo de cozinha usado!

Os óleos vegetais utilizados para fritar alimentos, depois de usados, constituem um resíduo ao qual deve ser dado um destino adequado de forma a evitar efeitos negativos sobre o ambiente. Os óleos alimentares usados não devem ser despejados pelo ralo do lava-loiça ou pela sanita pois entopem os canos de esgoto e prejudicam o funcionamento das Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR), aumentando os riscos de poluição da água. Os óleos usados também não devem ser colocados no contentor do lixo pois, para além de ser um desperdício, vão contribuir para o efeito de estufa. Os óleos alimentares usados podem ser valorizados para produzir sabão, glicerina e biodiesel, um combustível amigo do ambiente. Mas para que seja possível reciclar os óleos alimentares usados, é necessário colocá-lo no oleão da escola. Ajuda a divulgar a recolha de óleos alimentares junto dos teus colegas e dos funcionários da escola.

Sabias que?

  • Um litro de OAU (Óleo Alimentar Usado) entregue para reciclagem permite produzir e recuperar cerca de 0,7-0,8 litros de biodiesel.
  • Por cada tonelada de biodiesel utilizada em substituição de gasóleo, para além de se evitar o consumo de um recurso não renovável, evita-se a emissão de cerca de 1,8 toneladas de gases de efeito de estufa.
  • Por cada tonelada de OAU desviada de aterro sanitário evita-se a emissão de cerca de 14 toneladas de gases com efeito de estufa associada à sua biodegradação na ausência de oxigénio.
  • Um litro de OAU despejado na rede de drenagem de águas residuais é suficiente para contaminar um milhão de litros de água.
  • A lei portuguesa proíbe a introdução de OAU nas redes de drenagem de águas residuais.

Os óleos alimentares usados classificam-se como um resíduo não-perigoso. Pode constar este facto facilmente: basta pensar que as batatas fritas que comemos contêm um pouco dos óleos alimentares em que foram preparadas… e ninguém fica doente por comer um prato de batatas fritas. Não obstante, caso não sejam adequadamente tratados, os OAU podem causar problemas ambientais. Atenção! Não confundir os óleos alimentares usados, de origem vegetal, com óleos minerais, derivados do petróleo. Os óleos de máquinas e motores, esses sim, são resíduos perigosos pois contêm substâncias tóxicas. Assim, os OAU jamais devem ser misturados com óleos usados de máquinas e motores, para que não sejam contaminados.

Depois de arrefecerem até à temperatura ambiente, devem ser colocados num recipiente, vazio, de plástico, com tampa, com o auxílio de um funil. Fechar bem e entregar num dos pontos de recolha de OAU para reciclagem (Exemplo: Escola Cardeal Costa Nunes). 

Oleão que se encontra na Escola Cardeal Costa Nunes.

Os óleos alimentares usados serão transportados para uma unidade de transformação onde serão reciclados. Aí serão transformados em outros produtos úteis, nomeadamente, biodiesel e detergente. O biodiesel gerado será utilizado em motores Diesel, substituindo parcialmente o gasóleo

A introdução de OAU na rede pública de esgotos pode resultar na obstrução das tubagens e prejudicar o funcionamento das Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETARs), diminuindo a sua eficiência e aumentando os custos de exploração e os riscos de poluição da água no meio recetor. Além disso, desperdiçamos um recurso, pois os OAU podem ser transformados em vários produtos úteis, como o biodiesel, velas ou detergente.

Os OAU podem ser transformados em produtos úteis como o biodiesel, o que não acontece se forem colocados no contentor do lixo. Assim, colocar os OAU no contentor do lixo é um desperdício pois todos os resíduos colocados nos contentores do lixo são levados para aterro sanitário. Além disso, os OAU são biodegradáveis. Num aterro sanitário o oxigénio rapidamente se esgota. Na ausência de oxigénio, os OAU dão origem a metano, um gás com efeito de estufa cerca de 20 vezes mais poderoso do que o dióxido de carbono

Não. Os óleos de máquinas e motores impedem a transformação de OAU em biodiesel e transformam-nos num resíduo perigoso. Os óleos de máquinas e motores usados devem ser entregues em oficinas de automóveis ou outros operadores autorizados, para garantir que não causam problemas ambientais e que serão valorizados.

Não despejes nos canos!
Não coloques no contentor do lixo!
Entrega para reciclagem na Escola Cardeal Costa Nunes!
Oleao
Oleao

O coordenador do Clube do Ambiente e do Programa Eco-Escolas: Márcio Silva

Ler 4148 vezes Modificado em Terça, 18 Novembro 2014 19:39

Itens relacionados