14 Mar 2017 Em 2016-2017

1.ª fase - 2927 Kg - 6.ª classificada a nível nacional

A próxima fase de recolha decorrerá entre os dias 13 e 31 de março. No final far-se-á o balanço, somando todos os resíduos recolhidos pela nossa escola (1.ª+2.ª+3.ª fases).

O Clube do Ambiente da nossa escola através do Programa Eco-Escolas associou-se ao projeto Geração Depositrão.

Fruto de uma parceria entre a ERP Portugal e o Programa Eco-Escolas (ABAE), o projeto Geração Depositrão visa (in)formar as crianças e jovens e através deles a população em geral, acerca da importância do adequado encaminhamento dos Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos (REEE), pilhas e acumuladores.

Na 9ª edição da Geração Depositrão desafiam-se as escolas a realizarem atividades de sensibilização para a deposição correta dos REEE e pilhas em fim de vida, passando a escola a funcionar como ponto de recolha na zona envolvente.

Neste sentido, e porque o devido encaminhamento dos resíduos é fundamental, as escolas representam um papel muito importante na informação, formação e educação dos adultos de amanhã, excelentes e eficazes prescritores e influenciadores do comportamento dos adultos de hoje.

Objetivos

  •  (In)formar acerca das características específicas dos REEE e RP&A e principais conceitos associados à sua reciclagem;
  •  Sensibilizar a escola e a comunidade para a importância do encaminhamento correto de REEE e RP&A para reciclagem, funcionando como pontos de recolha dos mesmos;
  •  Contribuir para a implementação do Programa Eco-Escolas através do incentivo a atitudes pró-ativas na gestão e triagem de resíduos para permitir a sua reciclagem;
  •  Promover a interação entre a geração atual e as 2 anteriores (pais e avós);
  •  Combater a inércia e passividade dos cidadãos, refletida no armazenamento de resíduos em casa;
  •  Estimular a solidariedade social na região de cada escola, estimulando a participação da comunidade envolvente e de entidades locais; Contribuir para o donativo a entregar à Operação Nariz Vermelho, cuja missão é tornar mais alegre a vivência das crianças hospitalizadas e dos seus familiares, com visitas de Doutores Palhaços às enfermarias pediátricas de 13 hospitais do país.

 

Para o efeito, a escola trabalhará na informação e sensibilização dos cidadãos, motivando o comportamento da entrega de pequenos REEE e pilhas usadas.
A ERP Portugal assegurará toda a recolha e encaminhamento dos resíduos rumo ao seu tratamento e/ou reciclagem.
Vamos assim, recolher todos os tipos de REEE (pequenos e grandes eletrodomésticos, televisões, resíduos de natureza informática e lâmpadas fluorescentes e economizadoras) e pilhas/acumuladores. Deste modo, estamos também a sensibilizar para a deposição adequada destes resíduos.
Para tal, teremos de contar mais uma vez com a preciosa ajuda da Câmara Municipal da Madalena, de todas as Juntas de Freguesia do Concelho, dos alunos que fazem parte do Clube do Ambiente, de toda a escola e comunidade local para que esta campanha seja um sucesso.
Gostaria também de salientar que quantos mais REEE recolhermos, mais hipóteses temos de ser uma das escolas vencedoras deste projeto.
Os prémios a atribuir às escolas vencedoras são bastante aliciantes e o objetivo para este ano é poder recolher o maior número de REEE.
Agradeço o termo de adesão realizado com todas as Juntas de Freguesia do Concelho da Madalena, reforçando que a próxima fase de recolha terá lugar entre os dias 13 e 31 de março. Através do processo de geminação, estas entidades funcionam como pontos de recolha, com recolhas nas suas instalações, sendo o peso correspondente associado à escola responsável.
Abaixo um exemplo:
-Peso recolhido na escola = 100kg
-Peso recolhido na entidade geminada = 500kg
-Peso TOTAL da escola (a considerar para efeitos de concurso) = 600kg

A avaliação do desempenho das escolas nesta atividade apresenta 2 critérios – peso total e peso por aluno.
O peso total recolhido em todas as escolas/entidades participantes será convertido num donativo a entregar à Operação Nariz Vermelho.
Cada tonelada será equivalente a 15€ para a Operação Nariz Vermelho e 5€ para as escolas que recolherem acima de 1 tonelada.

Recolha ao longo do ano

As recolhas serão realizadas no final de cada período, sendo atribuídos prémios às escolas com maior recolha total em cada fase.

Em cada uma destas fases, a escola que recolher maior peso de resíduos (equipamentos e/ou pilhas em fim de vida) receberá um pack LG composto por 2 equipamentos.

Na primeira fase (recolhas no 1º período), a escola que se destacar será alvo, também, do prémio Science4You, no valor de 500€.

O peso total recolhido em todas as escolas/entidades participantes será convertido num donativo a entregar à Operação Nariz Vermelho.

Cada tonelada será equivalente a 15€ para a Operação Nariz Vermelho e 5€ para as escolas que recolherem acima de 1 tonelada.

Juntos, é mais fácil proteger o ambiente. Espero que toda a comunidade local possa estar motivada para uma participação de peso!

A Escola possui um espaço para recolha de pequenos REEE, assim sendo poderá entregar os seus REEE e RP&A na Escola Cardeal Costa Nunes.

Tenha pilhas de consciência e carregue as baterias do Planeta!

 

Nota:

  • REEE = Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos
  • Pequenos REEE = secadores de cabelo, brinquedos, máquinas de café, ferros de engomar, telefones/telemóveis, torradeiras/tostadeiras, facas elétricas, varinhas mágicas, relógios, balanças, máquinas fotográficas, televisões, computadores, monitores, impressoras, rádios ou consolas.
  • RP&A = Resíduos de Pilhas e Acumuladores, tais como pilhas dos comandos, provenientes de brinquedos ou de outros pequenos eletrodomésticos, baterias dos telemóveis e dos computadores portáteis, pilhas dos relógios, etc.

  Geração depositrão

 

 

Resultados da 1.ª fase

Campanha Geração Depositrão 9

O coordenador do Clube do Ambiente e do Programa Eco-Escolas: Márcio Silva

01 Mar 2017 Em 2016-2017

LABORATÓRIO DE QUÍMICA DA ECCN

Durante os dias 2 e 3 de março, entre as 9:00 e as 19:00 , no Laboratório de Química da ECCN, decorrerá a Feira dos Minerais, uma atividade organizada pelo Departamento Curricular de Ciências Físico-Naturais.
Compareça!

 

08 Dez 2016 Em 2016-2017

Este NATAL salve um pinheiro!

A Escola Cardeal Costa Nunes, através do Clube do Ambiente e enquanto Eco-Escola, irá proceder à distribuição de pinheiros em colaboração com os Serviços Florestais do Pico por toda a comunidade escolar. Esta campanha é também o resultado das sementeiras efetuadas no ano letivo passado pelos alunos do Projeto Despertar para a Ciência em colaboração com os professores do Departamento Curricular de Ciências Físico-Naturais.
Assim sendo, vamos distribuir o resultado dessas sementeiras para que todos possam plantar um pinheiro este NATAL!

08 Nov 2016 Em 2016-2017

Before The Flood

Este trabalho é narrado por Leonardo DiCaprio que, ao longo da sua viagem por todo o mundo, entrevista personalidades como Barack Obama, Bill Clinton, Ban Ki-moon, o Papa Francisco, investigadores da NASA, conservacionistas florestais, reputados cientistas, líderes de diversas comunidades e fervorosos ativistas que trabalham diariamente para salvar o mundo.
O documentário mostra de forma exaustiva a forma como a sociedade pode prevenir o desaparecimento de espécies em perigo de extinção, ecossistemas e comunidades indígenas por todo o mundo. Os espectadores vão ter a oportunidade de ver as provas que demonstram o agravamento da crise ambiental que está a provocar danos irreparáveis nas paisagens virgens da Gronelândia à Indonésia e que estão a acabar com o equilíbrio do clima no nosso planeta e a acelerar a extinção de muitas espécies animais.

 

 

Título Original: Before The Flood
Intérpretes: Elon Musk, Pope Francis, Ban Ki-Moon
Realização: Fisher Stevens
Produção: Trevor Davidoski, Jennifer Davisson Killoran, James Packer, Brett Ratner, Fisher Stevens
Autoria: Mark Monroe
Duração: 96 minutos

Partilhem o episódio completo de #BeforeTheFlood, para que todos possam acompanhar a viagem de Leonardo DiCaprio em defesa do ambiente. 

BD “Reportagem Especial – Adaptação às alterações climáticas em Portugal”

Esta banda desenhada é da autoria de Bruno Pinto (argumento), Penim Loureiro (desenho) e Quico Nogueira (cor). Neste livro, podemos acompanhar uma jornalista e um repórter de imagem enquanto fazem uma reportagem de televisão sobre a adaptação às alterações climáticas em Portugal, focando também um projeto de adaptação a nível municipal (ClimAdaPT.Local). Neste percurso, cruzamo-nos com histórias e personagens reais, assistimos a conversas com especialistas no tema, conhecemos desafios postos pelas alterações climáticas e maneiras de lidarmos com eles.
O lançamento desta banda desenhada decorreu no passado dia 7 de Novembro, na Fundação da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, coincidindo com a data de início da COP22, em Marraquexe.

Pode também descarregar a versão digital neste link.