18 Nov 2014 Em 2014-2015

Os óleos vegetais utilizados para fritar alimentos, depois de usados, constituem um resíduo ao qual deve ser dado um destino adequado de forma a evitar efeitos negativos sobre o ambiente. Os óleos alimentares usados não devem ser despejados pelo ralo do lava-loiça ou pela sanita pois entopem os canos de esgoto e prejudicam o funcionamento das Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR), aumentando os riscos de poluição da água. Os óleos usados também não devem ser colocados no contentor do lixo pois, para além de ser um desperdício, vão contribuir para o efeito de estufa. Os óleos alimentares usados podem ser valorizados para produzir sabão, glicerina e biodiesel, um combustível amigo do ambiente. Mas para que seja possível reciclar os óleos alimentares usados, é necessário colocá-lo no oleão da escola. Ajuda a divulgar a recolha de óleos alimentares junto dos teus colegas e dos funcionários da escola.

08 Nov 2014 Em 2014-2015

A nossa Escola manteve o AMBIENTE como uma das preocupações dominantes de todas as atividades escolares. Este foi um desafio para todas as estruturas e, sobretudo, para os professores e educadores da escola.O Clube do Ambiente, por si só, nunca poderá ser o único promotor de todas as atividades relacionadas com o AMBIENTE. Assim sendo, gostaria de destacar a importância de todos os intervenientes no processo de ensino aprendizagem para que a escola pudesse assumir-se como um espaço efetivo de cidadania e promotor de uma consciencialização dos nossos alunos, pais, encarregados de educação, professores e funcionários para a importância de preservar o meio ambiente.

22 Out 2014 Em 2014-2015

A bandeira verde e o certificado Eco-Escola foram entregues, no passado dia 17 de outubro, numa cerimónia realizada em simultâneo na Horta e em Ponta Delgada, a 70 estabelecimentos de todos os níveis de ensino dos Açores, públicos e privados, que, de Santa Maria ao Corvo, conseguiram atingir os objetivos deste programa.
Na cerimónia realizada na Horta, no âmbito do XI Encontro Regional de Educação Ambiental e Eco-Escolas, que contou com a presença do Diretor Regional do Ambiente, Hêrnani Jorge, do presidente da Associação Bandeira Azul da Europa, José Archer e da Coordenadora Nacional do Programa Eco-Escolas, Margarida Gomes, foram também distinguidos os 18 municípios-parceiros que apoiam as Eco-Escolas.

06 Nov 2013 Em 2013-2014

Recolha seletiva de pilhas, tampinhas e rolhas de cortiça nas escolas do concelho da Madalena

No âmbito do Dia Internacional das Eco-Escolas e da Semana Europeia da Prevenção dos Resíduos 2013 - EWWR, o Clube do Ambiente leva a cabo o concurso “Recolhe e Ganha - Ganhas tu e ganha o Ambiente!”, o qual visa a recolha do maior número possível de resíduos: pilhas, tampinhas e rolhas de cortiça.

O Dia internacional das Eco-Escolas comemora-se a 7 de novembro no intuito de dar visibilidade internacional ao trabalho que diariamente

Pagina 4 de 5