16 Mar 2015 Em 2014-2015

Campanha de recolha de REEE

Durante esta semana, 16 a 20 de março de 2015, entregue os seus REEE (Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos) na nossa escola e receberá uma PLANTA/ARBUSTO em troca. Esta atividade está inserida nas Comemorações do Dia Mundial da Árvore/ Floresta (21 de março). O Clube do Ambiente pretende assim, marcar esta data com uma ação que visa sensibilizar a comunidade escolar para a adoção estilos de vida mais ecológicos e sustentáveis.

O ambiente agradece!

Não fique estático! Ligue-se a esta causa.

Defenda com o Capitão Fluxo o melhor para o ambiente!

O coordenador do Clube do Ambiente e do Programa Eco-Escolas, Márcio Silva

10 Mar 2015 Em 2014-2015

17 de março de 2015

O projeto “O Planeta Limpo do Filipe Pinto” vai estar na nossa escola, dia 17 de março de 2015 pelas 10:00.

Esta é mais uma das atividades inseridas no plano de ação do programa Eco-Escolas da Escola Cardeal Costa Nunes, promovida pela Associação de Municípios da Ilha do Pico e Câmara Municipal da Madalena.

Pela primeira vez nos Açores e logo na nossa ilha, o projeto “O Planeta Limpo do Filipe Pinto” oferece uma peça de teatro animada e instrutiva, para sensibilizar as crianças a proteger o ambiente! Além disso, haverá um concerto com a presença do cantor e toda a sua equipa.

21 Nov 2014 Em 2014-2015

Defende com o Capitão Fluxo o melhor para o ambiente!

O Clube do Ambiente da nossa escola através do Programa Eco-Escolas associou-se ao projeto Geração Depositrão. O projeto Geração Depositrão surge em parceria com a ABAE (ASSOCIAÇÃO BANDEIRA AZUL DA EUROPA), através do programa ECO-ESCOLAS. Neste sentido, e porque o devido encaminhamento dos resíduos é fundamental, as escolas representam um papel muito importante na informação, formação e educação dos adultos de amanhã, excelentes e eficazes prescritores e influenciadores do comportamento dos adultos de hoje.

18 Nov 2014 Em 2014-2015

Os óleos vegetais utilizados para fritar alimentos, depois de usados, constituem um resíduo ao qual deve ser dado um destino adequado de forma a evitar efeitos negativos sobre o ambiente. Os óleos alimentares usados não devem ser despejados pelo ralo do lava-loiça ou pela sanita pois entopem os canos de esgoto e prejudicam o funcionamento das Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR), aumentando os riscos de poluição da água. Os óleos usados também não devem ser colocados no contentor do lixo pois, para além de ser um desperdício, vão contribuir para o efeito de estufa. Os óleos alimentares usados podem ser valorizados para produzir sabão, glicerina e biodiesel, um combustível amigo do ambiente. Mas para que seja possível reciclar os óleos alimentares usados, é necessário colocá-lo no oleão da escola. Ajuda a divulgar a recolha de óleos alimentares junto dos teus colegas e dos funcionários da escola.

Pagina 3 de 4